As pequenas e médias empresas podem se beneficiar das boas práticas de Governança Corporativa?

A resposta é que podem e devem buscar se beneficiar. De maneira geral, a Governança Corporativa é praticada por grandes corporações visando a maximização de resultados e do valor da empresa, mas nada impede a sua aplicação compatível com a complexidade ou necessidade das pequenas e médias empresas.

Boas práticas, como a formalização de um acordo de sócios escrito, podem evitar conflitos para a tomada de decisões estratégicas (como de investimento ou financiamento da atividade) a organização da gestão e do monitoramento (divisão de papeis e responsabilidades entre os sócios). Sem contar em relação a questões mais habituais, como as regras para a compra e venda das quotas sociais, retiradas da sociedade, exclusão de sócios, tratamento em casos de falecimento e sucessão. A ideia central deste documento é escrever hipóteses previsíveis e que evitem perdas do relacionamento dos sócios ou evitem a continuidade da empresa.

Havendo maior interesse, o que se sugere é a criação de um comitê interno de Governança Corporativa, que organize uma agenda positiva e estruturada para o tratamento constante das questões vinculadas a propriedade, a gestão, as finanças e ao planejamento estratégico, o que vale para qualquer empresa, de qualquer tamanho.  

 

Tem interesse em aplicar medidas como essas em sua empresa? Entre em contato!

Acompanhe também o nosso FacebookInstagramLinkedIn e não deixe de conferir o nosso blog para ficar sempre informado.